By Dennis R. Carlson

As Igrejas Generosas Incluem Pessoas de Fora das Suas Paredes

“Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor, Deus dos céus, me deu todos os reinos da terra e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém de Judá” (Esd. 1:2, ARA). “E o rei mas deu, porque a boa mão do meu Deus era comigo” (Nee. 2:8b, ARA).

O General

A coluna de veículos militares do general entrou no recinto da escola da Igreja Adventista do Sétimo Dia e parou do lado de fora da janela do gabinete do diretor. Thura,* o diretor, viu a comitiva chegar. Ele soube que outra igreja na área tinha perdido propriedade a semana anterior para o general poder construir um pagode. Seguindo e exemplo de Neemias, Thura elevou o seu coração em oração silenciosa, pedindo a orientação de Deus.

Thura lembrou-se que, muitos anos antes, a escola estava em outro local, o qual tinha sido confiscado pelo governo. Os Adventistas foram informados que tinham de deixar o local. Desde então, a escola tinha sido mudada para o novo local, onde tinha sido construído outro edifício. Thura não queria perder esta escola.

Thura foi chamado à realidade quando um professor entrou em seu gabinete e o informou que o general queria falar com o diretor da escola. Continuando a orar pela sabedoria de Deus, Thura, com as pernas e o coração trêmulos, foi encontrar-se com o general. O general pediu para fazer uma visita às instalações da escola.

Depois da visita, o general perguntou se haviam quaisquer necessidades urgentes na escola. Thura elevou novamente uma oração a Deus, para poder ter as palavras certas. Depois de ouvir a lista dos muitos projetos para os quais a escola necessitava de fundos, o general dirigiu-se ao seu veículo e trouxe consigo $1,000, entregando o dinheiro a Thura para usar no projeto mais importante—um poço para fornecer água à escola. Thura louvava a Deus pelas Suas bênçãos mas perguntava-se o que tinha impelido o general a dar aquele dinheiro à escola Adventista.

Antes de ir embora, o general disse a Thura que o seu guarda-costas favorito tinha frequentado aquela escola até à 10ª classe, e desejava fazer algo em sua honra. Deus fala aos corações dos líderes públicos para benefício da Sua causa nesta terra.

 Reis Idólatras Pagãos

Três reis pagãos ordenaram e financiaram a reconstrução do templo em Jerusalém. “Edificaram a casa de Deus e a terminaram segundo o mandado do Deus de Israel e segundo o decreto de Ciro, de Dario e de Artaxerxes, rei da Pérsia” (Esd. 6:14, ARA). À primeira vista, parecia que os reis tinham um papel passivo, dando permissão aos judeus para regressarem a Jerusalém e reconstruirem o templo. Mas os reis também participaram ativamente, disponibilizando os recursos necessários aos judeus. “Da tesouraria real, isto é, dos tributos dalém do rio, se pague, pontualmente, a despesa a estes homens, para que não se interrompa a obra” (Esd. 6:8, ARA).

Neemias também observou a forma como Deus tocou o coração do rei Artaxerxes para responder à sua oração e jejum, por causa da condição deplorável dos judeus que tinham regressado a Jerusalém. Enquanto Neemias jejuava e orava, Deus preparava o coração do rei para atender prontamente aos seus pedidos. Permitir que Neemias fosse a Jerusalém foi uma dádiva do rei. O projeto de reconstrução do muro arrastava-se já há muitos, com pouco progresso. As ordens e recursos do rei idólatra pagão permitiram a construção do muro ao redor da cidade de Jerusalém em menos de três meses.

 Doações Planejadas e Profecia Bíblica

Todas as doações dos reis pagãos aos judeus cumpriram diversas profecias Bíblicas. Ciro, o primeiro rei a proferir a ordem, cumpriu duas profecias Bíblicas: o fim dos 70 anos de cativeiro (Jer. 25:11), e a reconstrução do templo em Jerusalém profetizada antes do nascimento de Ciro e 150 anos antes deste se ter tornado rei.

A ordem do rei Artaxerxes de restaurar e construir Jerusalém assinalou o início da profecia de Daniel 8:14 dos 2,300 dias, a qual apontava para a vinda do Messias e o tempo do fim. As doações planejadas destes reis não beneficiaram apenas o povo de Deus, mas cumpriram também as profecias. Deus ainda toca os corações dos líderes quando o Seu povo jejua e ora.

 Deus Continua a Tocar os Corações Humanos

Deus ainda toca os corações das pessoas a darem os recursos para financiamento da missão da igreja em nossos dias, tal como Ele o fez no tempo do Antigo Testamento. Ellen White declara: “Repetidamente tenho mostrado que poderíamos receber muito mais auxílio do que temos recebido em muitos modos, se nos aproximássemos dos homens com sabedoria”—Testemunhos para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 203 (ênfase nosso). Quando Deus mostrou a Ellen White algo repetidamente, isto significava que devia ser importante nós prestarmos atenção.

Alguns indivíduos podem dizer que não devemos aceitar dádivas de pessoas que não são da nossa fé. Quem sabe como foram adquiridos estes fundos? Ellen White afirma, “É muito estranho que alguns dos nossos irmãos sintam ser seu dever criar condições que prendam os meios que Deus teria liberado” (Carta 11, 1895. Ellen G. White Estate, Washington, D.C., 2 de setembro de 1986 [ênfase nosso]). Não pode haver fonte mais questionável de fundos usados na reconstrução do templo e do muro ao redor de Jerusalém do que aqueles oferecidos pelos reis idólatras pagãos, mas Deus os escolheu para cumprir o Seu propósito na terra.

Os Serviços Fiduciários é o departamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia que recebe as doações de membros e outros amigos da igreja que não sejam membros atuais. Saber como tratar devidamente as doações em dinheiro ou em espécie é o trabalho dos Serviços Fiduciários, em apoio à missão de Deus de alcançar o mundo para Jesus Cristo.

No desenvolvimento de uma igreja generosa, não devemos esquecer a comunidade fora das paredes do edifício da igreja. Deus pode estar a tocar os corações dos seus vizinhos, da mesma forma que tocou os corações dos reis no tempo de Esdras e Neemias para reconstruírem o templo e o muro ao redor da cidade de Jerusalém, bem como o do general a favor das necessidades da escola de Thura.

Dennis R. Carlson

Dennis R. Carlson é diretor de Doações Planejadas e Serviços Fiduciários na Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia, Silver Spring, Maryland, Estados Unidos.