By Ngoy Kyala

Estudos já estabeleceram muito bem que o consumo de antidepressivos é muito mais alto nos chamados paíse desenvolvidos em comparação a regiões que são menos desenvolvidas. Parece que a riqueza não tem um efeito direto na felicidade. Outra realidade preocupante é que a maioria das pessoas nesses países se define como cristã. Muitos crentes estão desfrutando e administrando as bênçãos de Deus, mas isso não as impede de se sentirem deprimidas. Então, como nós podemos ser mordomos felizes das bênçãos de Deus?

Quem é Mordomo?

A Bíblia deixa claro que Deus é o dono de tudo (1 Cr 20:11). O crente, em contraste com o ateu, sabe que tudo pertence e vem de Deus. Desta forma, a vida de cada ser humano é propriedade de Deus.

Deus, em Sua graça, delegou a administração de Sua criação aos humanos (Gn 2:15). A expressão "cuidar dele" mostra o relacionamento especial que existe entre os humanos e o Deus da criação: os humanos são mordomos em nome de Deus. O Criador confiou Seu patrimônio aos humanos, e isso implica responsabilidade.

 

Que Patrimônio Divino a Humanidade está Administrando?

Davi é grato e transborda de louvores de gratidão pelo legado numeroso e multifacetado que ele recebeu de Deus (Sl 40:6). Ele insiste que as bênçãos de Deus são muitas para serem contadas. Nesta passagem bíblica, Davi se refere principalmente às posses materiais que Deus deu a ele. Olhando para o passado, Davi se vê como o pequeno pastor, sem consideração de sua própria família. Mas Deus o escolheu para ser rei. Por meio de vitória após vitória, Davi estendeu seu reino e agora desfruta de uma abundância de riqueza.

Quais são as dádivas não merecidas que nós recebemos de Deus? O tempo é o principal: 365 dias por ano, 52 semanas no ano, 7 dias na semana, 24 horas por dia - totalizando 8760 horas por ano. Esse tempo concedido é livre de impostos, e não existe acusação por mal uso. Contudo, para educar as Suas criaturas em gratidão, Deus nos deu 24 horas por semana para descanso. Graça maravilhosa!

Depois temos a natureza e o meio ambiente, que nos enchem de alegria. Aqui o salmista também está certo em declarar: "Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes?" (Sl 8:4; veja também os versos 5-8). Com frequência nós admiramos um pôr-do-sol bonito, ouvimos o canto melodioso dos pássaros e contemplamos a composição colorida do pavão sem custo algum.

Como Regozijar sendo um Mordomo?

Cultivando um espírito de gratidão. Davi faz a seguinte pergunta em Salmos 8:4: "Que é o homem?" Sem desprezar a sua natureza, ele reconhece que não tem mérito algum na visão de Deus. Tudo que ele recebe é uma dádiva de Deus.

Ele não trouxe nada ao mundo ao nascer, e mesmo assim Deus o encheu de Suas misericórdias. Logo, ele tem um coração grato. A isso se segue um sentimento profundo e positivo que contribui para a felicidade. É o mesmo contentamento mencionado pelo apóstolo Paulo: "Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade" (Fp 4:12). A gratidão é a chave para a felicidade, seja qual for a quantidade de posses confiadas a alguém.

Infelizmente, nós vivemos em um mundo onde o valor de uma pessoa é frequentemente medido por sua riqueza material, como quantos carros, propriedades, pares de sapatos e empregados ela tem. Todas essas coisas nos fazem parecermos importantes para os outros. Também é comum pensar que somos abençoados quando Deus nos dá várias "coisas". No entanto, a verdade é que as posses por elas mesmas não podem fazer ninguém feliz.

Como Nós Desfrutamos da Abundância e Vivemos Felizes?

A aspiração do jovem rico era ser perfeito. Jesus lhe sugeriu uma estratégia original: "'Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me'" (Mt 19:21). O jovem rico tinha que libertar a si mesmo de sua riqueza para viver uma vida abundante com Jesus. Isso é o oposto do que nós costumamos fazer. Jesus pediu que o jovem rico descarregasse o que era pesado (seu materialismo) e confiasse e O seguisse. Ele cuidará de todo o resto. Jesus quer dar liberdade da tirania do materialismo. O Dono de tudo, Aquele que nos faz Seus mordomos, nos convida a nos distanciarmos das "coisas" para desfrutarmos da abundância e da alegria de confiar Nele.

De toda a riqueza que nós adquirimos, Deus nos pede para confiarmos Nele ao devolvermos um dízimo em resposta à Sua bondade. Do nosso tempo, Deus nos pede um sétimo para que nós tenhamos um descanso revitalizante em um mundo deprimido. Da dádiva da natureza, Ele nos convida a nos maravilharmos em gratidão e elevarmos nosso coração em louvor. Isso fará de nós mordomos felizes, enquanto nosso coração será preenchido com a abundância de Jesus.

 

Ngoy Kyala

Ngoy Kyala

Ngoy Kyala é da República Democrática do Congo. Ele estudou na Ruanda, França e Suíça, e serviu em várias missões pastorais em seu país e na Europa. Atualmente ele é um pastor distrital e diretor do Ministério de Mordomia na Associação do Quebec, no Canadá.